sábado, janeiro 02, 2010

Indiferença

Faz algum tempo que me deparei com este conto, e num comentário de @diiamante, achei relevante para este início de ano.

Diz assim:

Era uma vez um escritor que morava em uma tranquila praia, junto de uma colônia de pescadores. Todas as manhãs ele caminhava à beira do mar para se inspirar, e à tarde ficava em casa escrevendo. Certo dia, caminhando na praia, ele viu um vulto que parecia dançar. Ao chegar perto, ele reparou que se tratava de um jovem que recolhia estrelas-do-mar da areia para, uma por uma, jogá-las novamente de volta ao oceano.

"Por que está fazendo isso?"- perguntou o escritor.

"Você não vê! --explicou o jovem-- A maré está baixa e o sol está brilhando. Elas irão secar e morrer se ficarem aqui na areia".

O escritor espantou-se.

"Meu jovem, existem milhares de quilômetros de praias por este mundo afora, e centenas de milhares de estrelas-do-mar espalhadas pela praia. Que diferença faz? Você joga umas poucas de volta ao oceano. A maioria vai perecer de qualquer forma".

O jovem pegou mais uma estrela na praia, jogou de volta ao oceano e olhou para o escritor.

"Para essa aqui eu fiz a diferença".

Autor desconhecido

O Senhor não nos chama para salvarmos o mundo todo, mas o mundo ao nosso redor, o mundo que podemos tocar e alcançar.

Uma vida! Apenas uma. Ele não nos pede o mundo.

Que tal salvar UMA vida em 2010?

6 comentários:

Ju Gigante disse...

Que lindoooo!!! Me lembrei de uma ministração do Ronaldo Bezerra, em que ele disse: "Quando você sabe, você deve." Vale acrescentar aqui aquele versículo de Tiago 4:17 >>> "Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado."

Podemos, sim, fazer a diferença na vida dos que estão perto... porque deles sabemos e o bem conhecemos, então devemos oferecer a essas pessoas o nosso melhor: JESUS.
Deus continue abençoando!
BeiJu***

Diiamante disse...

Querido Ju, me sinto feliz por, ainda que de forma indireta, ter te inspirado a mostrar esse lindo conto aqui, afinal, ele me tocou muito. Realmente podemos e DEVEMOS fazer a diferença em um mundo tão desigual e indiferente. Basta não nos conformarmos com a bruta realidade em que a sociedade se encontra. Um mundo sem esperança, cada vez mais obscuro e sem amor. Aqueles que conheceram o verdadeiro amor e a graciosa salvação não merecida precisam se apropriar de todo esse bem coletivo que Deus sempre manifestou e espalhar para o mundo, ainda que esse mundo se materialize em um só coração.

Obrigada por já ser diferente na minha vida. Fique com Deus

@diiamante

Giovanne Soares disse...

É tocante esse conto... só nos falta (digo: toda igreja) entender isso... abraços... Deus t abençoe!!!

Vinny disse...

"Precisamos valorizar mais, o que é entregue em nossas mãos para ser feito."

Somos responsaveis por construir histórias. Direta ou indiretamente estamos participando da história de alguém. Que não sejamos indiferente quanto a isso! Mas que possamos fazer a diferença na vida de quem esta ao nosso redor.

Gostei demais do post!

Trabalhe em Casa disse...

Ola eu me chamo Valmir, sou um apreciador das msg do Ministério Livres para Adorar, eu gostaria de saber de qual igreja são membros; ki Deus permaneça com unção em suas vidas amém! valmirbordock@hotmail.com

Anônimo disse...

It's fantastic that you are getting ideas from this post as well as from our dialogue made at this place.

Look into my weblog http://www.sfgate.com/business/prweb/article/V2-Cigs-Review-Authentic-Smoking-Experience-or-4075176.php